sábado, 12 de Julho de 2008

O mundo em Sines (sétimo dia)



Justin Adams & Juldeh Camara, ao vivo em Bristol, 2007.

QUARTA-FEIRA, 23 DE JULHO

Waldemar Bastos (Angola) - Castelo de Sines (21h30). Chegou há 26 anos a Portugal para uma participação num festival de teatro e por cá ficou. Por cá e por esse mundo fora onde tem levado a música popular angolana.
Vinicio Capossela (Itália) - Castelo de Sines (23h00). Substituto de penúltima hora para os Kasaï All Stars, o cantor com voz mais parecida com o Tom Waits em Itália, tem arrancado do público dos seus espectáculos as melhores reacções. Portugal, por onde já passou, não tem sido excepção.
Justin Adams & Juldeh Camara (Inglaterra/Gâmbia) - Castelo de Sines (00h30). O inglês é etnomusicólogo, produziu os álbuns dos Tinariwen e é guitarrista na banda de Robert Plant. O gambiano é griot (uma função hereditária em parte equivalente à figura do bardo, na Europa) e é intérprete do riti (um violino de apenas uma corda, comum na África Ocidental). Este ano, a colaboração entre os dois foi premiada nos prestigiados BBC Radio 3 Awards na categoria de "Culture Crossing". Está-se mesmo a ver que vai ser muito bom.
Anthony Joseph & The Spasm Band featuring Joe Bowie (Trindade / EUA) - Avenida da praia (02h30). Mais um caso interessante de fusão, mas agora entre a poesia, o jazz e os ritmos caribenhos. Anthony Joseph, escritor nascido na ilha de Trindade, mas a viver no Reino Unido (onde já é figura de relevo nas letras), junta-se à Spasm Band liderada pelo trombonetista Joe Bowie.