domingo, 13 de julho de 2008

O mundo em Sines (oitavo dia)



Toubab Krewe ao vivo em Roanoke, Junho de 2006

QUINTA-FEIRA, 24 DE JULHO

Mandrágora & Special Guests (Portugal/Bretanha) - Avenida da praia (19h30). São também encontros como este que tornam o FMM especial, todos os anos: os portugueses Mandrágora aliam-se a um conjunto de músicos bretões liderados pelo inenarrável violinista Jacky Mollard (FMM 2007).
Marful (Galiza) - Castelo de Sines (21h30). Os galegos que prometem transformar o castelo num enorme salão de baile.
Toto Bona Lokua (Martinica / Camarões / Congo) - Castelo de Sines (23h00). Toto Bona Lokua são mais do que a soma das partes que representam as origens caribenhas e africanas dos elementos do grupo, com as vozes do trio principal a procurar mais mestiçagens nas famílias da pop, da soul e do r&b.
Orchestra Baobab (Senegal) - Castelo de Sines (00h30). São, talvez, o nome mais forte do cartaz do FMM08. A mais famosa orquestra de Dacar, regressada ao activo em 2003 para regojizo de muitos, traz de novo a Portugal o eco da presença cubana na África Ocidental, das rumbas e das pachangas interlaçadas com as tradições mandingas da região.
Silvério Pessoa (Brasil) - Avenida da praia (02h15). Forró com estilo, com contaminações do rock aos quais é impossível resistir. Vai ser, possivelmente, uma das maiores surpresas do cartaz.
Toubab Krewe (EUA) - Avenida da praia (03h45). São cinco americanos (estrangeiros, portanto, ou seja, toubab) apaixonados pela música da África Ocidental e intérpretes de kora, ngoni e outros instrumentos da região. Já conseguiram tocar no mítico Festival do Deserto, no Mali. Não é um concerto para os polícias da autencidade nas músicas do mundo...