terça-feira, 29 de julho de 2008

A fortaleza americana

Não é só na Europa que se levantam as vozes contra as políticas de porta fechada que cada vez mais afectam o mundo do espectáculo. Também nos EUA, as medidas tomadas para fazer face ao terrorismo estão a impedir que até os próprios europeus possam ali apresentar-se ao vivo. Num excelente artigo, o jornalista Jason O'Bryan reflecte sobre os constrangimentos na obtenção de vistos aos quais se aliam outros problemas, como o encarecimento do petróleo, que estão a impossibilitar cada vez mais a realização de digressões na América por artistas não americanos. Se a rampa de salvação da indústria musical era o mercado dos espectáculos, os factos demonstram que talvez nem por aí possa vir a passar o futuro da música.