quinta-feira, 15 de maio de 2008

Uma casa portuguesa

No lufa-lufa das programações, há ainda quem consiga (ou quem tenha os meios para) fugir à rotina instalada e propor cartazes que, não sendo originais na ideia, são pouco frequentes e, portanto, dignos de toda a atenção. A Casa da Música alberga, a partir de hoje e até domingo, o festival Uma Casa Portuguesa, onde a cada noite propõe o encontro entre músicos portugueses e nórdicos.
Já hoje, Rão Kyao junta-se ao saxofonista norueguês Karl Seglem, numa reedição do encontro produzido na edição de 2007 do FMM Sines. Na primeira parte, tocam os Realejo.
Amanhã, é a vez de Gaiteiros de Lisboa e do sámi Lars-Ànte Kuhmunen pisarem o mesmo palco da sala Suggia da Casa da Música. A informação divulgada pela organização não é clara quanto à colaboração entre os músicos, mas é possível que esta venha a ocorrer.
No sábado, há concertos da dupla finlandesa constituída por Anna-Kaisa Liedes e Timo Väänänen e dos Toque do Caramulo. Para esta noite está ainda agendado um jantar que promete cruzar as gastronomias portuguesa e nórdica, ao que se seguirá uma jam session entre os portuenses Convinha Tradicional e todos os músicos que participam no festival.
Finalmente, no domingo, estarão no palco Júlio Pereira e a dupla dinamarquesa Haugaard and Hoirup.
Os bilhetes custam €10 para cada noite e os concertos têm horas de início diferenciadas de acordo com a noite. O melhor mesmo é consultar o site da Casa da Música.