segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Senhoras e senhores, do meu lado esquerdo, vestindo calção preto, os Mão Morta, do meu lado direito, vestindo calção multi-colorido, os Pop Dell'Arte!

Aqui há uns tempos, embalado pela febre do "Don't Look Back", a série de eventos que a boa gente da ATP vem promovendo desde 2005 para cá, com bandas a tocarem ao vivo os seus álbuns de referência, um radialista conhecido achava que devíamos mover influências para termos os Mão Morta e os Pop Dell'Arte, como primeiro exemplo, a actuarem num mesmo palco, tentando recuperar as memórias de outros tempos. Torci desde logo o nariz à ideia. Não só gosto de preservar a ideia de que a água não passa duas vezes debaixo da mesma ponte, como acho que, naquele exemplo concreto, ao trazer de novo à luz do dia uma boa memória de um passado bonito como foi aquele que juntou as duas bandas no início, e tentar fazê-lo existir de novo, corríamos um certo risco de invocar a... maldição da esfinge.

Mas, entretanto, o reencontro entre Mão Morta e Pop Dell'Arte em palco vai mesmo acontecer. São, à partida, concertos distintos, esperando-se que haja pelo menos um "Juramento Sem Bandeira" a meias entre o Peste e o Adolfo, e vão acontecer em mais uma edição do Clubbing da Casa da Música, no próximo dia 2 de Outubro. E há muito mais a acontecer. Na sala Suggia, há cinco bandas: Sektor 304, The Mad Dogs, OliveTreeDance, Plus Ultra e Pequeno Bandido. Há ainda uma actuação de Sei Miguel, deejaying de Klint Gonzev e Joe K, mais um set especial de Álvaro Costa a meter... kraut! Sim, o Álvaro Costa promete uma noite de kraut! A entrada vai custar 10 euros. Mais informação aqui.