quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

A festa de natal naquela casa

Falei aqui há uns meses desta casa. Fica no primeiro andar do nº 211 da avenida da Liberdade, em Lisboa. É enorme, com não-sei-quantos quartos e salas, um corredor mais comprido que certas ruelas, um pátio cheio de espaço. E amanhã, sexta-feira, vai voltar a encher de gente e de música. A Filho Único prepara mais uma festa para aquele espaço, com... 21 concertos. Sim, 21 concertos numa noite. Há Loosers, que tão pouco tem actuado pela cidade nos últimos tempos, há o americano Axolotl, há Norberto Lobo (com João Lobo, companheiro de armas nos Norman), há o guineense Kimi Djabaté, há o funaná electrónico de Kotalume, há kuduru sofisticado dos N'Gapas, há kizomba arraçada de hip-hop de Ritchaz & Kéke, há Phoebus, há os improvisadores do costume (Sei Miguel, Rafael Toral, etc.)... E muito mais. Há discos e livros à venda. E ainda há comida, com o regresso da "Comida do Povo" que tantas saudades deixou na ZDB. So o natal for isto, eu passo a acreditar no natal.
As portas abrem às 21h e o chavascal começa meia-hora depois, diz-se. A entrada custa 7 euros.