domingo, 11 de setembro de 2011

Todos

A ideia é, só por si, desafiante. A orquestra Todos, um coletivo de músicos excelentes, de diferentes origens, ilustra na perfeição o espírito de diversidade e harmonia do Festival Todos, que está a acontecer no bairro da Mouraria. A primeira apresentação é hoje, às 21h, no Largo do Intendente.

"L'orchestra di Piazza Vittorio", um sonho lisboeta:
A Orquestra TODOS

Mario Tronco, o director desta orquestra e Pino Pecorelli vice-director, estão prontos para realizar uma nova experiência, onde possam encontrar novos sons, outras culturas, novos músicos que vivam em Lisboa. Uma nova orquestra está a nascer a partir dos sons que a cultura portuguesa acolhe e contém na riqueza de relações que sempre desenvolveu com territórios próximos e também os mais longínquos do mundo: o norte, o centro e o sul de Portugal, Cabo Verde, Índia, Brasil, Moçambique, Angola, etc.

A história da Orchestra di Piazza Vittorio começa no bairro Esquilino, em Roma. Um bairro que gira à volta de uma praça colorida no coração romano: a Praça Vittorio. Este lugar de passagem e de convivência de muitas culturas e raças, inspirou Mario Tronco a criar este projecto musical.
Muitos músicos de origens, com experiências e tocando instrumentos todos eles muito diferentes, juntam-se para formar uma orquestra com um som único. Reinventam a música do mundo, com uma energia nova que impressiona o público em cada concerto.
Esta experiência multicultural, musical visitou Lisboa e depois do concerto no Festival TODOS, Caminhada de Culturas*, em Setembro de 2009 no Largo do Intendente, junto ao Martim Moniz, nasceu uma nova ideia, um novo projecto musical a partir de Lisboa: a Orquestra TODOS.

O projecto TODOS, Caminhada de Culturas, é o motor e o contexto para fazer aparecer e crescer esta orquestra com a presença de Mario Tronco e alguns dos seus colaboradores em Lisboa em residências artísticas faseadas no tempo.

A primeira apresentação pública deste novo projecto, acontecerá no dia 11 de Setembro no Largo do Intendente durante 3ª edição do TODOS 2011.

A Orquestra TODOS é apoiada pela Fundação Calouste Gulbenkian e GLEM/ Câmara Municipal de Lisboa.