terça-feira, 19 de abril de 2011

Mais uma leva de novidades FMM: agora nomes para REBENTAR

É caso para parar o que se esteja a fazer, marcar ou confirmar férias para Julho, arranjar casa ou começar a arejar a tenda e tratar de tudo o resto que importa, porque não vai dar para perder mais uma edição do FMM Sines. A organização abriu hoje mão de mais três dos nomes que fazem parte do cartaz, três nomes com peso suficiente para rebentar com tudo.

A dupla Sly & Robbie vai voltar a Sines, depois do mítico encerramento de há dez anos atrás, quando compunham a secção rítmica dos Black Uhuru. Agora, vão voltar a encerrar (dia 30, portanto), prestando suporte a Junior Reid, que curiosamente também já passou pelos Black Uhuru nos anos 80.



No dia anterior, sobem também ao palco do castelo os alemães (e marroquinos) Dissidenten. Foi um dos primeiros projetos a aliar o rock às músicas de África e do Oriente, tem na discografia esse disco obrigatório em qualquer casa de gente com bom ouvido, "Sahara Elektrik", e, mesmo apesar de um dos seus fundadores, Uve Müllrich, residir em Portugal, esta será a estreia em palcos nacionais.



No primeiro fim-de-semana, a 22, há Secret Chiefs 3! A banda de Trey Spruance (também Mr. Bungle, entre um rol imenso de projetos pelos quais passou) já tinha vindo ao Porto (atualização: e a Lisboa), estreando-se agora no palco de um grande festival. É para estourar logo ao primeiro fim-de-semana.



Entretanto, e durante a minha mais recente ausência, a organização do FMM tinha já anunciado a vinda ao festival do senegalês Cheikh Lô e dos palestinos Le Trio Joubran (ambos dia 22, aos quais se juntam agora os Secret Chiefs 3) e dos suíços Mama Rosin (dia 27).