terça-feira, 11 de agosto de 2009

E viva o pai ubu!

I've been asked many times over the decades whether I wanted to do something of this sort. My answer has always been, No. I could see no hook into it. I was not interested in doing something just because I could. I was definitely not interested in nostalgia. Two years ago I was asked again by Glenn Max, musical director of London's Southbank Centre. I felt that any further refusal could be seen by myself as cowardice. His parting words to me were, "Bring me the head of Ubu Roi."
(David Thomas, in Frequently Asked Questions concerning: "LONG LIVE PÈRE UBU!")

Mais de três décadas depois da sua formação, os Pere Ubu entraram, finalmente, no universo Ubu de Alfred Jarry. No ano passado, estrearam em palco "Bring Me The Head Of Ubu Roi", adaptação de "Ubu Roi" por David Thomas, que também assumiu a personagem do Pai Ubu, ao lado de Sarah Jane Morris (ex-Communards), como Mãe Ubu. Depois, houve uma versão para rádio, com podcasts a serem lançados semanalmente no site da banda. E, agora, chega o álbum com as canções criadas para este projecto. Chama-se "Long Live Père Ubu!" e sai a 14 de Setembro para as lojas (embora já ande pelos canais do costume). Vale a pena ler no PR o complicado processo ubuesco de criação de todo o projecto...