segunda-feira, 11 de abril de 2005

Estratégias do Plano Pessoal de Luta Contra a Insónia

Tenho por hábito, principalmente quando o sono teima em vir (e dele se precisa, claro), fazer alguns jogos mentais, para distrair a mente e deixar o corpo repousar. O último reza assim:

Zero 7. Este dá para dois e já vão perceber porquê.
Day One. Era um duo fraquito de trip hop. Chegaram a cá vir tocar.
U2. Quem são? Quem são?
Dirthy Tree. Austrália rocks!
Four Tet. Ele vem cá outra vez!
MC5. Kick out the jams, motherfucker!
The 6ths. Stephen Merrit para lá dos Magnetic Fields.
Sétima Legião. Alturas houve em que a voz do Pedro Oliveira podia ser um bom sonorífero... :>
Altern 8. Este demorou a surgir e trouxe alguma instabilidade ao jogo.
Nine Inch Nails. Tenho que ouvir o novo.
10cc. Xi, Jesus.
Eleventh Dream Day. Mais um grupo do Douglas McCombs (Tortoise, Brokeback, The For Carnation, Pullman, etc.)
Gabardine 12. Participaram na Insurrectos.
13th Floor Elevators. Roky Ericsson! Roky Ericsson!

E, pronto, daqui para a frente é que a porca começou a torcer o rabo. 14? 15? Bom, 16 é 16 Horsepower, mas e mais? A ideia era chegar ao Quarteto 1111 ou, colocando mesmo ambição na coisa, aos Ena Pá 2000...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários antigos, da haloscan/echo, desapareceram. Estão por isso de regresso estes comentários do blogger/google.