terça-feira, 10 de setembro de 2013

Regresso de Vilar de Mouros às origens?

Já se conhece o primeiro nome para aquele que vai ser o regresso de Vilar de Mouros ao panorama dos festivais portugueses, no próximo ano, de 30 de julho a 2 de agosto. O maestro Rui Massena vai ser o responsável pela cerimónia de abertura do festival, no que lembra de imediato a inclusão de outro nome da música clássica, António Vitorino de Almeida, naquela que foi a segunda edição de Vilar de Mouros, em 1982.

(Parece ótimo. Os hipsters vão detestar e os festivaleiros habituais vão ignorar como já ignoram tudo o que tenha a ver com música num festival.)