terça-feira, 9 de agosto de 2011

Nem os discos escapam à fúria londrina

Esta madrugada, pelas quatro da manhã, um armazém de discos em Londres foi destruído integralmente pelas chamas, em mais um episódio dos motins que tem assolado várias áreas da cidade. O edifício pertencia à Sony e albergava todo o catálogo da PIAS UK, a maior distribuidora do Reino Unido e representante de perto de 150 editoras independentes de todo o mundo. No meio do fogo, terão ficado destruídos discos do Beggars Group (4AD, Matador Records, Rough Trade Records e XL Recordings), da Domino, da Wall of Sound, da Warp, da Big Brother (o selo dos Oasis), entre muitas outras. Não há vítimas a registar.

Como irá isto afetar a distribuição de discos pelas ilhas britânicas e pela Europa em geral (e até a própria edição) é algo que ainda não é conhecido.

Notícia na pitchfork
Primeiro comunicado da PIAS