domingo, 1 de novembro de 2009

As estepes encontram-se ainda mais desoladas. Morreu António Sérgio.

A morte é sempre uma má notícia, mas custa ainda mais quando a recebemos sem por ela esperarmos. Fiquei a saber há instantes que desapareceu um dos meus heróis de adolescência, que me ensinou a gostar de música sem fronteiras de qualquer espécie, uma companhia de muitas noites ligadas à rádio. Ainda há dias me interrogava pela aproximação do seu 60º aniversário. Infelizmente, já não vai acontecer. António Sérgio faleceu na noite de ontem, vítima de problemas cardíacos. O meu pensamento vai agora para a Cristina (vocês eram sempre o casal mais bonito que eu encontrava nos concertos), para os filhos e para todos que de perto trabalharam com ele.
O corpo do Sérgio vai ser velado hoje na Basílica da Estrela, a partir das 18h.
Notícia do DN
Notícia do Público

ACTUALIZAÇÃO:
Informa o Nuno Calado no Facebook que se realiza amanhã, pelas 15h, missa de corpo presente na Basílica da Estrela, seguindo depois o funeral para o cemitério dos Prazeres.