quinta-feira, 29 de março de 2007

2007, ano de boa colheita?

Dizia-me ontem o Jorge da Carbono que esta estava a ser altura de grandes discos e que até nem se compreendia como se fazia sair tudo agora, de uma vez só, de como o público não terá capacidade para absorver tudo. Falávamos do disco de estreia dos Grinderman, do novo de LCD Soundsystem e do novo de Trans Am (e eu aproveito para acrescentar o novo de !!!). Qualquer um destes álbuns é um disco imenso, sem maus momentos. Trata-se de, enfim, discos à antiga, que são escutados com deleite do princípio ao fim.
Mas este ano tem mais discos assim, contrariando talvez a secura que se abateu sobre 2006. Ora veja-se o magnífico "Person Pitch" de Panda Bear, editado há semanas, por exemplo. Ou o novo e estrondoso álbum dos Young Gods, que se prepara para rebentar por aí dentro de pouco tempo. E ainda nem ouvi, por exemplo, os novos das Electrelane ou, num campo distinto, de Pan Sonic...
Haja carteira! (Ou largura de banda...)