terça-feira, 29 de maio de 2007

Ora bolas



Confirma-se a má notícia. O concerto de Jonathan Richman, amanhã, no Santiago Alquimista, já não se vai realizar. Ou melhor, foi adiado para Fevereiro do próximo ano.

Em busca dos clubes recreativos - parte IV

Esta lista de clubes recreativos lisboetas que se segue foi aqui publicada pela primeira vez em Agosto de 2003. Lembrei-me de a actualizar, depois de ter visitado no passado sábado a Colectividade dos Vendedores de Jornais, na rua das Trinas, ali para os lados da Madragoa. Quem puder ajudar a complementar ou a corrigir qualquer informação avançada, agradeço que use os comentários.

- CAIXA ECONÓMICA OPERÁRIA (R. Voz do Operário) - Já lá trabalhei, integrado na Associação O Grito. O espaço tem uma sala com palco e um mezanino. Lotação: aí umas 500 pessoas. Tem bar e um pequeno PA de som e luz. Tem servido de palco a espectáculos e festas de uma forma (muito) irregular.
- GRUPO DRAMÁTICO ESCOLAR OS COMBATENTES (Rua do Possolo, entre a Estrela e os Prazeres) - Tem uma sala, com palco, para umas 500 pessoas; Tem bar bem equipado ao lado. Está vedada a concertos, desde há algum tempo.
- ? (Braço de Prata/Poço do Bispo) - Tem uma sala, com palco, para umas 500 pessoas. Não sei como aquilo está agora. Aqui há mais de 15 anos, na altura em que eu ia lá frequentemente, pois duas bandas de amigos meus lá ensaiavam, parecia já estar num estado avançado de decadência.
- RITZ CLUB (Rua da Glória) - O mais conhecido de todos os espaços, embora não se trate propriamente de uma colectivade como as restantes, dada a actividade que por lá existiu há anos. Há obras que teimam em ser acabadas e um desentendimento entre os sócios que exploravam o espaço que já chegou ao tribunal.
- COMUNA (Praça de Espanha) - Tal como o Ritz, o café-concerto da Comuna não entra a 100% na definição de clube recreativo, mas acaba por ter muitas semelhanças, entre as quais o facto de estar sub-aproveitado. Tem uma sala aí para umas 600 pessoas, com palco e bar. Creio que existe um PA mínimo de som e luz.
- CLUBE MUSICAL JOAQUIM XAVIER PINHEIRO (ao lado do Estádio de Alvalade) - Não conheço; quem mo sugeriu lembrou-se dos concertos de punk que por lá já aconteceram.
- CLUBE PRIMEIRO DE JANEIRO (Bairro Alto - Rua da Atalaia) - Há uns 15 anos assisti lá a um concerto de Tina & The Top Ten e Ena Pá 2000, se não me falha a memória. É pena que não tenha sido aproveitado para muito mais coisas - aquele ringue de boxe dá-lhe um toque muito especial.
- SOCIEDADE FILARMÓNICA JOÃO RODRIGUES CORDEIRO (Rua da Fé - Freguesia de S.José) - É onde se instalou a mais recente (já com uns largos anos) versão da Jukebox. Do que me recordo, tem um palco e uma sala bem grande.
- PADARIA (Campo de Ourique) - A casa tem dois ou três andares. No piso térreo, existe um espaço agradável para festas e concertos, sem palco, onde no qual ainda estão instalados os antigos fornos de pão.
- GCD TRABALHADORES DO BES (rua D. Luís, 27) - Não conheço. Foi-me indicada por um leitor, que não conhecendo também o estado actual do espaço, se lembrava dele como "uma sala razoavelmente grande e bem equipada". Outro leitor lembrou que "tem regularmente peças de teatro de Gil Vicente com apresentações para os alunos das escolas secundárias".
- CLUBE RECREATIVO DOS ANJOS (rua dos Anjos) - Tem um pequeno palco que, volta e meia, serve para os bailaricos.
- SOCIEDADE GUILHERME COUSSOUL (avenida D. Carlos I) - Tem um belo auditório e ainda uma sala de bar que pode servir para café concerto. Tem sido utilizado com alguma frequência nos últimos tempos.
- ACADEMIA DE SANTO AMARO (Alcântara, perto do Hotel Carlton) - Segundo um leitor, "é um espaço óptimo. Teatro/sala à antiga, tipo Ritz Club (mas sem aquela entrada toda). Fui lá ver o concerto de lançamento do disco dos Room 74 em Junho, acho eu, e posso assegurar que o espaço é excelente. Fica perto de Alcântara, lá mais para cima, ao pé do Hotel Carlton."
- COLECTIVIDADE DOS VENDEDORES DE JORNAIS (rua das Trinas) - Tem um amplo salão com palco. O espaço está também servido de bar.

Charadas #358

quinta-feira, 24 de maio de 2007

Um grande 31

A fartura dá nisto. E cada vez mais. Há que perder de vez a ideia de se querer estar em todos os concertos que por cá vão acontecendo. E não é só por causa da carteira. É também porque nos é negado o dom da ubiquidade. Ora reparem no que se vai passar na quinta-feira da próxima semana, dia 31 de Maio: o mítico Johnathan Richman vai estar no Santiago Alquimista; a singular Nicotine's Orchestra apresenta o álbum de estreia na ZDB; a folia italiana dos Anonima Nuvolari assenta arraial no B.Leza; ah, e ainda há o Andrew Bird no São Jorge.
Claro que não é todos os dias que temos por cá o Johnathan Richman. Mas que fica um amargo de boca por perder tudo o resto, fica.


(Actualização: afinal, como avisa o Luís Rei nos comentários, os Anonima Nuvolari tocam no B.Leza a 30 e não 31 de Maio. Menos uma dor de cabeça!)

(Actualização dois: ele há dias em que mais vale ficar quieto, não postar nada, enfiar a cabeça na areia e apenas desenterrar quando se conseguir estar desperto e atento o suficiente. Não só os Anonima Nuvolari são a 30, mas também o Johnathan Richman é nesse dia. Por mais um acesso de parvoíce, acabei por trocar os dias dos concertos dele e dos Pelican, esses sim, no dia 31. Vou dormir para casa, mas é. Ou então apanhar choques nas tomadas.)

Charadas #355

As festas de Lisboa

Há muita, mas mesmo muita coisa. O melhor é consultar todo o programa aqui.

terça-feira, 22 de maio de 2007

Faltam 59 dias para Sines

Foi esta tarde apresentado à comunicação social o programa da próxima edição do Festival de Músicas do Mundo de Sines (FMM). Pela primeira vez em nove edições, o FMM vai contar com artistas provenientes de todos os continentes, agora que a Oceania também entra no programa. Ao longo de nove dias, de 20 a 28 de Julho, vão passar pelos palcos de Porto Covo, do Castelo de Sines, do Centro de Artes e da avenida Vasco da Gama, mais de trinta nomes do melhor que se faz por esse mundo fora, para todos os gostos, da irreverência mirandesa dos Galandum Galundaina, que abrem o cartaz, ao pastiche latino-electrónico do grupo de Señor Coconut, com passagens imperdíveis pelo desvario dos Haydamaky, dos Gogol Bordello ou de -- preparem-se -- Rachid Taha, pelo jazz dos Djabe, de Don Byron ou do World Saxophone Quartet de David Murray, pelo deserto africano dos Etran Finatawa ou das Tartit, pelas alegorias bretãs dos Norkst ou de Jacky Mollard e pelo regresso do rapper somali K'Naan, a grande revelação do ano passado, entre muitos outros motivos de interesse para o FMM deste ano. Os concertos de Porto Covo (20 a 22 de Julho) vão ter entrada paga a cinco euros, ao passo que as entradas no Castelo de Sines vão custar €10. Todos os concertos e actividades decorrentes nos outros espaços têm entrada gratuita.
Segue-se o programa:

Dia 20
Porto Covo

GALANDUM GALUNDAINA (Portugal)
DARKO RUNDEK & CARGO ORKESTAR (Croácia/França)
ETRAN FINATAWA (Níger)

Dia 21
Porto Covo

DON BYRON plays JUNIOR WALKER (EUA)
MAMNI KEITA & NICOLAS REPAC (Mali/França)
DETI PICASSO (Ucrânia)

Dia 22
Porto Covo

DJABE (Hungria)
RÃO KYAO & KARL SEGLEM (Portugal/Noruega)
HAYDAMAKY (Ucrânia)

Dia 23
Sines - Centro de Artes

MARCEL KANCHE (França)
TTUKUNAK (País Basco)

Dia 24
Sines - Centro de Artes

LULA PENA (Portugal)
JACKY MOLARD ACOUSTIC QUARTET (Bretanha)

Dia 25
Sines - Castelo (+) e praia (*)

TRILOK GURTU & ARKÉ STRING QUARTET (Índia/Itália) +
BELLOWHEAD (Reino Unido) *
KASAÏ ALLSTARS (Congo) *
OKI DUB AINU BAND (Japão) +

Dia 26
Sines - Castelo (+) e praia (*)

HARRY MANX (Canadá) *
CARLOS BICA TRIO AZUL com DJ ILL VIBE (Portugal/EUA/Alemanha) +
TARTIT (Mali) +
MAHMOUD AHMED (Etiópia) +
BITTY MCLEAN & SLY+ROBBIE (Reino Unido/Jamaica) *

Dia 27
Sines - Castelo (+) e praia (*)

ARONAS (Nova Zelândia/Austrália) *
HAMILTON DE HOLANDA QUINTETO (Brasil) +
WORLD SAXOPHONE QUARTET "Political Blues" (EUA) +
RACHID TAHA (Argélia) +
LA ETRURIA CRIMINALE BANDA (Itália) *

Dia 28
Sines - Castelo (+) e praia (*)

NORKST (Bretanha) *
ERIKA STUCKY & ROOTS OF COMMUNICATION (Suíça) +
K'NAAN (Somália) +
GOGOL BORDELLO (EUA/Ucrânia) +
SEÑOR COCONUT (Alemanha/Chile) *

Nos últimos quatro dias, haverá também as habituais animações pela noite fora com DJs no palco instalado na avenida, junto à praia: António Pires + Gonçalo Frota (dia 25), Raquel Bulha + Álvaro Costa (26), DJ Mankala & Freestylaz (27) e... BAILARICO SOFISTICADO (28).

A caixa

Há aí um fornecedor de internet que já anda a anunciar um pacote que inclui, além do serviço de dados, a tradicional televisão e o visionamento de filmes. Esta última oferta permite ao cliente escolher o filme que pretende ver, a qualquer altura, entre uma suposta vasta gama de títulos, podendo depois usar as mesmas funções que já tem num leitor de dvd (parar, avançar, recuar, etc). Há anos que se fala, cada vez com menos ar de futurologia, na convergência da televisão, da rádio, da internet, dos filmes e da música num único aparelho doméstico. Quanto tempo faltará para que seja padrão nas habitações da classe média e alta essa tal caixa que, além de todas as outras coisas, permite escolher, entre milhentas opções, a música que se pretende ouvir, deixando irremediavelmente para trás os discos materiais? Anos? Meses?

Charadas #353

Control



Primeira parte de uma entrevista com Anton Corbjin, a propósito da sua primeira longa metragem, recentemente estreada em Cannes, "Control", à volta da história de Ian Curtis e dos Joy Division. Não são assustadoras, por vezes, as similiridades faciais entre o actor e Ian Curtis?

sexta-feira, 18 de maio de 2007

Elijah Wood de Iggy Pop?

De acordo com a revista Variety, o actor Elijah Wood deverá vir a desempenhar o papel de Iggy Pop em "Passenger", a biopic sobre os primeiros anos do artista nos Stooges. A realização cabe a Nick Gomez e a estreia deverá acontecer por alturas do Verão de 2008.

Radiohead em Paredes de Coura? Não parece...

A Ritmos, responsável pela organização do festival de Paredes de Coura, enviou esta manhã um comunicado onde desmente, em letras garrafais, a vinda dos Radiohead ao evento minhoto, conforme havia sido anunciada na edição de hoje do Correio da Manhã.
A Ritmos desmente categoricamente, a notícia avançada pelo jornal Correio da Manhã, que garante a vinda dos Radiohead ao Festival Heineken Paredes de Coura.
Os Radiohead são uma banda que apreciamos, no entanto, não está agendado qualquer espectáculo para este ano, muito menos no Festival Heineken Paredes de Coura, infelizmente!
Perante este facto, lamentamos o teor falso da notícia que só serve para enganar os leitores.
A Organização

Charadas #351

quinta-feira, 17 de maio de 2007

Recordação da noite


Birdland "Birdland" (Lazy, 1989)

Este é o primeiro e único álbum de um grupo inglês da geração indie dos anos 80/90, quase obscuro nos dias de hoje, e que mesmo na altura era quase mais conhecido pelos penteados à Andy Warhol do que pela música. Mas a cassette onde o tinha gravado, na altura da adolescência, fartou-se de rodar e ainda hoje lembro de cor os refrões de temas como "Shoot you Down" ou "Everybody Needs a Star". Que sorte haver uma Carbono onde encontrar estes tesouros da nossa formação musical...

Juanita y los feos



A Floc de Neu vai trazê-los cá para concertos. Aqui há meses, vi-os numa matinée organizada pela malta do Barreiro no antigo Mercado. Valeu bem a pena.
Mais info: www.myspace.com/flocdeneu.

Charadas #350

terça-feira, 15 de maio de 2007

segunda-feira, 14 de maio de 2007

O clube do silêncio

Aqui há um ano e tal, tive um sonho (um sonho daqueles que se têm enquanto dormimos, não uma metaforizada esperança secreta) com umas pistas de dança do futuro muito especiais. A descrição ficou aqui, nesta postagem.

O engraçado (ou não) é que esta ideia esquisita vai ser mesmo experimentada, pelo menos em parte, no Creamfields, o festival que no próximo sábado acontece na Belavista, em Lisboa: o Silent Club, assim se chama, vai ser um espaço sem colunas, onde as pessoas terão headphones para escutarem (e dançarem, claro) a música de um dos dois DJs que por lá estarão sempre em simultâneo.

Um fim-de-semana à antiga (a ressaca)


(Fotografia Fátima Inácio Gomes)

Maldoror, o espectáculo, é terrivelmente assombroso. A tarefa impossível de passar para o palco tudo o que é cantado por Maldoror, a personagem, na obra de Isidore Ducasse, encontra neste compromisso assumido pelos Mão Morta a solução ideal e, sem qualquer margem de dúvida, bem sucedida. A elegia do Mal, da repulsa, do nojo ("Estou sujo, roído pelos piolhos e os porcos quando olham para mim vomitam"), do humor mais negro (o comício de "A Poesia") ilustrada no interminável mostruário (ou monstruário, se quiserem) de vícios e arrazoados de maledicência é capturada no essencial pela selecção de textos feita por Adolfo Luxúria Canibal, cabalmente sublinhada na música dos restantes Mão Morta, nos encadeamentos dramáticos encenados por António Durães e no desempenho de toda a equipa envolvida na produção (os figurinos é que podiam ser menos neo-gótico-industriais, convenhamos).

Um dia antes, os outros maiores sobreviventes dos anos 80, hoje quase irmãos desavindos, os Pop Dell'Arte, provaram que ainda conseguem ter em palco a chispa que, numa vez ou outra, esteve ausente dos esporádicos concertos do grupo nos últimos anos. Talvez a atenção depositada neles pelos belgas Glimmers tenha servido de tónico a João Peste, que apareceu em palco coroado de César (e não era apenas elemento figurativo... Peste foi imperador ao vivo, como já não se via há muito tempo). Quase metade do espectáculo foi ocupada por temas novos que farão parte de um novo álbum que ninguém sabe quando sairá, como sempre. E não é a única boa quase-notícia: para os lados da Ama Romanta também é de se esperar algumas novidades para breve...

Charadas #347

quarta-feira, 9 de maio de 2007

Young Gods em Julho

Já devem ter nacionalidade portuguesa, com a quantidade de vezes que por cá passaram. Mas a malta não se importa. E se for para apresentar o estrondo de álbum que é o novo "Super Ready / Fragmenté", muito menos. Pois é, os Young Gods vão estar no Porto, a 13 de Julho, para um festival (já se sentia a falta do anúncio de mais um festival, não era?), segundo informação disponível no site do grupo (ver aqui). O calendário da digressão permite ainda pensar noutras eventuais datas por Portugal, mas o melhor é aguardar para ver.

Charadas #344

terça-feira, 8 de maio de 2007

Como reservar bilhetes para Maldoror

Esta informação é especialmente útil para quem reside fora de Braga:

1. Telefonar para o Theatro Circo a reservar bilhetes (253 203 800);
2. Pagar os bilhetes através de transferência bancária;
3. Confirmar esse pagamento num prazo de 48 horas, enviando o comprovativo do multibanco por email (reservas@theatrocirco.com) ou por fax (253 262 403);
4. Levantar os bilhetes, no dia do espectáculo, na bilheteira, na posse de cópia do fax ou do mail.

Viseu a 15 do 6



Chama-se "Viseu a 15 do 6" e é organizado pelo Teatro Viriato. Entre 15 e 16 de Junho, vão passar pela cidade de Viseu, entre outros, o colectivo Mountain Tales, os Anonima Nuvolari e os Nobody Bizness, que assim se juntam aos já anunciados Cordel do Fogo Encantado. E o Bailarico Sofisticado encerra a festa. Eis o programa:

15 de Junho

Cordel do Fogo Encantado
22h00 / Adro da Sé / €10
Daltonic Brothers e Dezperados
24h00 / Largo da Misericórdia
Mais Valor (homenagem a José Valor, a partir do seu espólio audiovisual)
24h00 / Bar do Teatro Viriato

16 de Junho

Anonima Nuvolari
11h00 / Ruas de Viseu
17h00 / Parque Aquilino Ribeiro
Nobody's Bizness
18h30 / Teatro Viriato / €5
Mountain Tales (colectivo que agrupa o coro femino búlgaro Angelite, o grupo Huun-Huur-Tu, com o canto gutural de Tuva, e os Moscow Art Trio)
22h00 / Adro da Sé / €10
Bailarico Sofisticado
24h00 / Bar do Teatro & Largo Mouzinho de Albuquerque

Toca a marcar o fim-de-semana de 15 e 16 para Viseu!

Para mais informações, é favor visitar www.teatroviriato.com/press01.htm.

Charadas #343

segunda-feira, 7 de maio de 2007

James Blackshaw no Má Fama

Aqui há dois anos, quando Josephine Foster veio pela primeira vez a Portugal, trouxe consigo um jovem londrino tímido chamado James Blackshaw. Acompanhado da guitarra de 12 cordas, onde desenvolveu a técnica norte-americana de dedilhação (escola John Fahey/Robbie Basho), James acabou por ser uma das maiores surpresas daqueles três espectáculos. Ele está de volta aos nossos palcos: no sábado, passou pela ZDB, e amanhã vai estar na Tertúlia Castelense, na Maia. Entretanto, podem também escutar um pouco da sua música (e das suas palavras) no programa do costume, o Má Fama, que hoje vai para o ar, a partir das 22h, com uma emissão especial dedicada ao génio deste jovem guitarrista (a ouvir em www.radio.ist.utl.pt/ouvir).

Charadas #342

sexta-feira, 4 de maio de 2007

Wolf Eyes no Out.Fest do Barreiro

Em Junho, há mais um out.fest no Barreiro, com um cartaz bastante apelativo. Ora veja-se:

16 de Junho - Auditório Municipal Augusto Cabrita (AMAC)
Variable Geometry Orchestra (VGO)
Tsuki

17 de Junho - AMAC
Wolf Eyes
Orthodox
Tropa Macaca

22 de Junho - AMAC
Samara Lubelski
Curia
Aki Onda
Manuel Gião

23 de Junho – Avenida da Praia
Caveira
Josué O Salvador

Charadas #341

Maldoror vem aí #10

Q10. Quem inicia o quarto canto de Maldoror?

Respostas via passatempomaldoror@gmail.com (não nos comentários!). Regras disponíveis aqui.

quinta-feira, 3 de maio de 2007

Hoje, Ghost!



Psicadelias várias com os japoneses Ghost, numa noite que terá a primeira parte dos CAVEIRA. Lux, 10 euros.

Maldoror vem aí #9

Q9. Cabe a Nuno Tudela o trabalho de vídeo em "Maldoror". Qual foi o primeiro videoclip que Nuno Tudela realizou para os Mão Morta?

Respostas via passatempomaldoror@gmail.com (não nos comentários!). Regras disponíveis aqui.

Charadas #340

quarta-feira, 2 de maio de 2007

Uma espécie de mixtape

Quem quiser um cheirinho concentrado de Bailarico Sofisticado pode ir aqui ou aqui. Da parte que me toca (Siga II), fica o agradecimento a: Mestre Ambrósio, Silvério Pessoa, O Cordel do Fogo Encantado, Os Mutantes, Love, Count Five, Nancy Sinatra + Lee Hazlewood, T-Rex, David Bowie, Neil Young, The Undertones e Peste & Sida.

Festival islâmico de volta a Mértola

A cidade de Mértola volta a ser palco para mais um festival islâmico, na sua quarta edição, de 17 a 20 de Maio. O programa encontra-se disponível aqui.

Maldoror vem aí #8

Q8. António Durães, o encenador de "Maldoror", tem também um largo currículo enquanto actor e foi nessa qualidade que participou num videoclip dos Mão Morta, há alguns anos. Que videoclip era este?

Respostas via passatempomaldoror@gmail.com (não nos comentários!). Regras disponíveis aqui.

Actualização: Questão encerrada. Resposta e vencedores nos comentários. Quinta-feira (mais logo) há mais.

New York Dolls em Paredes de Coura

Depois das "Bonecas de Braga" (*), há dois ou três anos, é agora a vez da coisa a sério. Ou não tanto, já que é um grupo em reforma e estas coisas requerem sempre alguma cautela. Pois bem, os regressados New York Dolls têm concerto agendado para dia 14 de Agosto, na praia do Tabuão, de acordo com o Blitz. A banda de David Johansen e Sylvain Sylvain, os únicos sobreviventes da formação original, vêm a Coura apresentar "One Day It Will Please Us to Remember Even This".

(*) Concerto de Mão Morta em Paredes de Coura, em que os elementos da banda apareceram vestidos de "gajas boas", as auto-denominadas "Bonecas de Braga".

Charadas #339